Blog

[A importância de desenhar para o desenvolvimento infantil]

A importância de desenhar para o desenvolvimento infantil

O ato de desenhar tem grande importância no desenvolvimento infantil, pois é uma forma de as crianças se expressarem e de soltarem a imaginação. Leia mais!

Além de ser uma atividade super divertida, desenhar é uma forma de se comunicar, sendo muito importante para o desenvolvimento das crianças, já que quando desenha ela cria pontes entre o mundo imaginário e o real. Pelo desenho, as crianças expressam sentimentos, vontades e ideias que muitas vezes elas não conseguem expressar pela linguagem oral ou escrita, principalmente se ainda são muito pequenas.

O ato de desenhar é comum a todas as crianças. Geralmente essa prática vem por imitação dos adultos, quando elas observam os pais ou irmãos escrevendo ou desenhando. No início, a relação das crianças com o desenho acontece pelo simples prazer de executar o movimento e de produzir traços em uma superfície, ocupar espaços vazios.

As garatujas

As crianças iniciam seus desenhos entre os 18 e 24 meses e essas primeiras manifestações produzidas por elas são conhecidas como garatujas. São traços, inicialmente, desordenados e que os adultos não conseguem entender, embora  para elas tenham um significado. Com o tempo as garatujas vão evoluindo, sendo possível compreender suas intenções.

As garatujas provocam uma surpresa nas crianças, que se encantam com o movimento do lápis que está em suas mãos e que vai deixando um sinal na folha branca. O ideal é oferecer papéis e lápis para elas ou então ela se valerá de outras superfícies como móveis, paredes e até o próprio corpo para satisfazer esta vontade.

Como os desenhos ajudam no desenvolvimento infantil?

O desenho infantil revela as diferentes sensações e sentimentos que a criança está vivenciando e ele pode ser utilizado para entendermos melhor o que a criança quer expressar. Além disso, desenhar auxilia o processo de desenvolvimento infantil em vários setores:

Emocional

Através dos desenhos, as crianças podem extravasar suas emoções como a alegria, tristeza, medo, angústia, inseguranças e até mesmo sentimentos que elas ainda não entendem ou não sabem expressar. À medida que cresce, ela cria outros mecanismos para expor suas emoções, porém, quando muito pequenas, o desenho é uma ferramenta de reações emocionais, já que ainda não podem se expressar pela oralidade ou pela escrita.

Cognitivo

As crianças, ao criar imagens do mundo real e projetá-las em um desenho, expressam seu conhecimento sobre o mundo que a cerca e, nesse sentido, é possível observar através de suas produções o seu desenvolvimento cognitivo. As estruturas cognitivas são resultado da interação com seu meio e varia de criança para criança.

Psicomotor

Desenhar favorece as habilidades motoras, pois à medida que vai criando os traços a criança tem controle sobre seus movimentos e desenvolve também noção espacial. Aos poucos a criança consegue manipular lápis ou pincéis de forma firme e precisa, além de desenvolver linhas e traços mais definidos.

Social

Em seus desenhos a criança retrata sua experimentação no mundo, suas relações pessoais, seu contexto sociocultural. Ao desenhar, ela estreita seu conhecimento de que é um sujeito social, com direitos e deveres e começa a entender os acontecimentos da sua vida e o que acontece à sua volta.

É muito importante que os pais estimulem seus filhos e que eles tenham espaço e materiais para o desenho, já que esta é uma importante ferramenta para o desenvolvimento também da criatividade, curiosidade e imaginação.

Aproveite e visite o nosso site para conferir nossas oficinas e atrações que estimulam e contribuem ainda mais para o desenvolvimento infantil!

Clique aqui para comprar seu ingresso